agosto

30

mitos na energia

Na ccenergia sabemos que a poupança pode vir das coisas mais simples e que muitas vezes são menosprezadas.

Neste sentido damos a conhecer os “Mitos na Energia”, lançado pela ERSE:

 

  1. Sempre que celebro um contrato há um período de fidelização que me impede de mudar de fornecedor

Embora a fidelização não seja proibida, se existir deve ser explicada ao consumidor e indicada quais as vantagens associadas.

 

  1. Quando acabarem as tarifas transitórias posso ficar sem oferta ou sem energia

Não. No processo de liberalização do mercado os consumidores podem optar por um comercializador e ofertas por eles disponibilizadas. As únicas tarifas com previsão de extinção são as aplicadas pelos comercializadores de último recurso (CUR).

 

  1. A fatura ou tem leituras das empresas ou estimativas de consumo

A leitura comunicada pelos consumidores tem o mesmo valor da leitura efetuada pela empresa. Esta comunicação é gratuita e permite que o consumidor tenha faturação ajustada aos seus consumos reais.

 

  1. Nas ofertas de energia apenas posso pagar por débito direto

Os comercializadores de energia são obrigados a disponibilizar vários meios de pagamento aos consumidores, incluindo pagamento em dinheiro. No entanto, podem existir preços mais vantajosos quando o pagamento for feito por esta via.

 

  1. Para ter um contrato de energia devo contratar outros serviços

Os contratos de energia não podem obrigar à subscrição de serviços adicionais tais como seguros, assistência ou reparação, tendo sempre que existir uma oferta equivalente sem esses serviços e adesão a estes não deve prejudicar o direito a mudar de comercializador.

 

Saiba mais aqui

 

Na ccenergia apostamos na competitividadesucesso dos nossos clientes.

Se pretende saber mais sobre gestão tarifária, consulte-nos!

Para receber mais notícias de uma forma periódica subescreva a nossa Newsletter!

 

voltar